terça-feira, setembro 08, 2009

Nota

MEUS CAROS AMIGOS...

Recebi, li e publiquei os comentários que me têm chegado. Recebi também hoje [ontem] um email da MJG...
Não vos quero preocupados.

Esta ausência fica a dever-se, que se diga a verdade, para além de alguns ligeiros problemas de saúde, nada de preocupante garanto-vos, até porque estou a trabalhar, a um terrível dilema que me vem a apoquentar desde a Volta a Portugal.

Que, como constataram, não comentei.

Nada tem a ver com a organização - agora ainda não posso, mas chegada a altura aqui virei falar da PAD - mas com a tremenda desilusão que senti em relação à forma como foi tratada. Durante e depois. E a isto acrescerá mais uma dúzia de razões...

Já paguei parte, ainda estou a pagar a maior fatia e não faço ideia de por quanto tempo ainda irei estar a sofrer as consequências de, por três ou quatro vezes ter dito o que pensava. Que não era mais do que a verdade.

Por isso decretei, a mim mesmo um período de reflexão.

Tenho coisas que me fizeram chegar - desculpa Cristina, desculpa Paulo Couto - que já me arrependo de não ter aqui publicado logo, mas que mais dia menos dia recuperarei.
Não já com a oportunidade temporal mas, pelo menos, com a obrigação moral a que me sinto obrigado.

Aconteceram coisas - e estão mais para acontecer - que de mim fizeram descrente.
Mais ainda do que aquilo que já vinha a ser.

Como dos homens não espero arrependimentos, e como não acredito em mais nada, para não me prejudicar, o melhor era mesmo ficar calado durante uns tempos.

Isto vai passar... já ultrapassei problemas bem mais graves.

A isto tudo há a acrescentar um problema técnico com o meu telemóvel, aquele que a maioria de vós conhece, e que me fez perder p'raí 90% dos contactos que nele estavam gravados.

Resultado, acredito que me tenham tentado contactar, mas tinha todos os contactos identificados e agora recebo chamadas de números que não reconheço... e, desculpem lá, não aceito.
Estou à espera que a operadora me resolva o problema.

E pronto, deveras tocado com as manifestações de preocupação por parte de alguns amigos senti-me na obrigação de aqui vir.

Contudo, e para já... mais duas semanas e volto ao activo de cabeça erguida, como sempre!
O que não implica que, entretanto, não recupera para aqui material que me enviaram e não vou deixar de publicar...

Um abraço a todos e um beijinho especial para a MJG - gostei do teu site pessoal, não me entendo é com aquela hiper-modernice da galeria de fotos :) - e, não é este fim-de-semana, mas no outro podemos combinar.

7 comentários:

Maria João Gouveia disse...

Olá!

Ainda bem que está tudo ok!

Temos de respeitar a tua vontade. Estou aqui quando for preciso.

E tens de ter os reflexos rápidos para apanhar as fotos na Galeria ;)

Beijinho

Paulão disse...

Madeira,

Faço minhas as palavras da Maria João, embora praticamente em nada te possa ajudar.

Deixa, que essa pessoa há de cair do poleiro, quanto mais não seja pela idade que já tem. Pena é que aparentemente já tem fieis e cegos seguidores, pois cego não é aquele que não vê, mas sim aquele que não quer ver.

Um abraço

Pedro disse...

Manel,

como assíduo leitor também estava curioso pela ausência, sobretudo pela sua saúde.

felizmente está bem e isso é que importa. Quanto ao tempo de espera nós perdoamos :)

forte abraço!

Pedro Caetano

cristina neves disse...

Beijinhos Zé,

e quanto ao pessoal do poleiro...desculpa a franqueza Paulão, mas tanto é "assassino" o que mata como o que esconde...e passamos a vida a ouvir,..." eu se abri-se a boca..." ou "...eu sei de coisas que ...", mas o que é certo é que ninguém tem o suficiente para de uma vez por todas, dar um grande abanão ao ciclismo português, e continua-se na pasmasseira que se vê. CULPADOS? TODOS OS QUE VÊM E NÃO FAZEM NADA. POR ISSO CONTINUA A PAGAR O ZÉ, OS EX-LA MSS, OS PAIS DO BRUNO, ETC....

afonsazevedo disse...

Um forte abraço ;)

BlueDragon disse...

Temos saudades...

Abraço.

Fonseca disse...

Manel

Um abraço solidário;
Ainda dizem que este país é uma democracia ?
Razão teria Otelo..."Campo Pequeno com eles"

Delfim Fonseca