terça-feira, agosto 11, 2009

II - Etapa 502


UMA QUESTÃO A PÔR AOS ESPECIALISTAS MÉDICOS

Cumprido o dia de descanso, logo a seguir a uma das duas mais duras etapas da Volta, hoje tivemos uma série de desistências, aqueles de quem se espera sejam os protagonistas passaram quase despercebidos e, obviamente, isso abriu caminho às segundas ou terceiras figuras.

As questões, que ponho apenas como curioso, são as seguintes:

- Será, ou não, benéfico para os Corredores terem o dia de descanso a seguir a uma etapa duríssima e imediatamente antes de uma outra mais ou menos acessível?

- O abrupto corte, em termos de requisição física, proporcionado pelo dia de descanso não funcionará... ao contrário?

- Depois de uma etapa como a da Senhora da Graça - onde, ainda por cima, aconteceram coisas... inesperadas - não teria sido melhor manter o pelotão na estrada para soltar raivas, desilusões e até mesmo frustrações? E descansava-se depois?

- Claro que a Organização não pode prever o que acontece em cada uma das etapas... Mas pode olhar o exemplo deste ano.



POSITIVO: Sempre, sempre a resposta das gentes de Fafe. Se quisermos fazer, de forma honesta, um estudo quanto à receptibilidade que o Ciclismo ainda mantém junto do Povo (e isto é que interessa), não será só Fafe, mas esta cidade minhota vai somando pontos, ano após ano...


NEGATIVO: Percebam que esta frase não é, jamais poderia ser, contra ninguém, é apenas uma constatação. Continuam a acontecer quedas, ainda por cima em estradas largas e de bom piso. E não é, como não poderia ser, contra ninguém porque, afinal, a maior parte delas [das quedas] acontece por pura distracção dos Corredores. E neste espaço nunca se esteve contra os corredores.

[Leiam-no apenas como mais uma chamada de atenção!]
.
(Foto do Minho gentilmente cedida pela Associação de Ciclismo do Minho)

2 comentários:

Ricardo Batista disse...

Olá MJM. Sou um habitual seguidor do seu blogue e das suas crónicas. Mas o que me leva hoje a escrever, é que por questões pessoais, não pude ver a etapa com chegada à Senhora da Graça. Pensava que a organização (profissional?) de uma prova desta envergadura teria algum cuidado e colocasse online imagens da prova...puro engano!

Ou seja, quem não pode ver a volta em directo, nem tem direito a ver 1 minuto que seja no canal mais visto em Portugal, o youtube!

cumprimentos
RB

aamorim disse...

Caro Ricardo Batista

Eu também não vi a emissão porque fui assistir ao vivo, na Sra da Graça.
Porém, e graças ao "Costinha", no seguinte link poderá descarregar um "resuno" de cerca de 25 minutos da etapa.

http://www.megaupload.com/?d=SUS7TDPA

Depois é só descompactar e ler, por exemplo, com o flvplayer, que caso não o tenha instalado poderá obter em:

http://download.cnet.com/3001-13632_4-10467081.html?spi=0dec66ba00c4320fc88f6a7aad7cb5e4

o realplayer também lê estes ficheiros.

Eu já vi e está um óptimo resumo.

Cumprimentos